fbpx

As cinco linguagens do amor (ferramenta)

Conheça a forma que expressamos e entendemos amor

//As cinco linguagens do amor (ferramenta)

Qual a forma que o amor é expresso e compreendido? Conheça a teoria das cinco linguagens do amor de Gary Chapman, antropólogo, com experiência em aconselhamento de casais e famílias. Ele desenvolveu a teoria que aponta que existem cinco linguagens básicas para nossa afetividade.

Tentar expressar amor em sua própria linguagem à alguém que possui outra, é o mesmo que fazer uma declaração em hebraico para alguém que só para alemão! O primeiro passo é identificar qual a sua linguagem, e em seguida qual a linguagem do outro. Com isso, será possível tanto expressar amor de forma que a pessoa se sinta amada como também levar o outro à percepção de qual é a linguagem que faz com que você receba de forma efetiva sua expressão de amor. – Gary Chapman

Chegamos nesse mundo e desenvolvemos uma dessas linguagens prioritariamente. Claro que não existe uma linguagem certa ou uma errada, são apenas preferências.

A questão é que se não temos a consciência desse fato, nos comunicamos com a nossa linguagem preferencial e esperamos que o outro demonstre amor de acordo com essa preferência. E como muitas vezes vemos pessoas que ‘esperam’ que o outro entenda o que se deseja, enviando mensagens sublimares ou indiretas. Isso leva a confusão e mal entendidos. Saber o que está acontecendo e ter uma linguagem consciente e clara, ajuda nos relacionamentos.

Baixe agora a ferramenta

Quais as linguagens do amor?

  1. Palavras de afirmação: para essas pessoas, incentivos verbais, elogios, palavras que motivam são essenciais para perceber que são amadas;
  2. Gestos de serviço: o importante para essas pessoas é o outro fazer algo por elas, como lavar a louça, arrumar a cama, resolver alguma burocracia. Para elas ações falam muito mais alto.
  3. Presentes: o amor para essas pessoas pode ser demonstrado através da lembrança materializada de alguma forma. Claro que não estamos falando de presentes caros, mas sim algo que é trazido especialmente para aquela pessoa. Pode ser uma rosa, uma comida que se goste ou um bilhete especial.
  4. Tempo de qualidade: ter momentos de exclusividade para compartilhar alguma experiência para essas pessoas é algo especial. Ficar junto vendo televisão, passear no parque, fazer uma viagem juntos. Essas pessoas valorizam o tempo e acreditam que quando uma pessoa o oferece à outra, é uma demonstração de amor.
  5. Toque físico: uma pessoa que ama toca na outra. Dependendo da relação estabelecida, esse toque pode ser desde um abraço, um tapinha no ombro, beijos, relações sexuais etc.

Uma pessoa inconscientemente expressa sua linguagem do amor preferida com seus atos para demonstrar amor. Uma boa estratégia é ficar de olho na forma de agir dessa pessoa e ver em qual dessas cinco linguagens ela se encaixa e passar a moldar suas ações com relação a isso, de forma a se comunicar emocionalmente de maneira mais eficaz, na língua emocional do outro.

Baixe agora a ferramenta

Depois que tiver feito o teste

Que linguagem de amor recebeu mais pontos? Esta é sua principal linguagem de amor. Se os totais de pontos para duas linguagens de amor forem os mesmos, você é “bilíngue” e tem duas linguagens principais de amor. Se tiver uma linguagem secundária de amor, ou uma cujos pontos estejam próximos da principal, isto significa que ambas as expressões de amor são importantes para você. O ponto mais alto para qualquer linguagem de amor é doze.

Embora você possa ter marcado uma linguagem mais que as outras, tente não desconsiderar essas outras linguagens do amor. Seus amigos e entes queridos podem expressar amor desse modo e valerá a pena compreender isto a respeito deles. Assim também, será bom que quem você ama saiba qual é sua linguagem de amor e expresse afeto por você da forma que você interprete como amor.

Pontos emocionais

Cada vez que você ou eles falam a linguagem um do outro, vocês marcam pontos emocionais um com o outro. É claro que ninguém vai manter uma lista de pontos. O resultado de falar a linguagem de amor de uma pessoa é mais um sentimento de que “esta pessoa me entende e se importa comigo”. Com o passar do tempo, este sentimento se multiplica em uma sensação mais forte de conexão.

Assim como identificar e falar as linguagens de amor de um amigo ou ente querido fortalece o relacionamento, não fazer isso pode deixar um amigo ou ente querido com o sentimento de que você não o ama. Quando as pessoas não expressam amor de modo a ser percebido como tal, seus esforços,embora sinceros, são de alguma forma desperdiçados. Isto pode frustrar tanto aquele que dá amor como o suposto receptor.

Você pode ter sido inconscientemente culpado de falar uma linguagem de amor “estranha” no passado a alguém que amava. Compreender o conceito das linguagens de amor pode ajudar você a saber como expressar eficazmente seus sentimentos para que sejam recebidos e interpretados como deseja.

Se ainda não fez isso, encoraje as pessoas especiais em sua vida descobrirem suas linguagens do amor. Em seguida, discuta suas respectivas linguagens de amor e use este critério para melhorar seus relacionamentos.

Por | 2018-06-09T15:50:16+00:00 17 agosto 2016|Ferramentas|

Sobre o Autor:

Presidente do Instituto Loureiro de Desenvolvimento Humano e da Novah Agência de Comunicação. Desenvolvedor humano, coach, mentor, professor, escritor, matemático, terapeuta corporal ayurvédico e tântrico, autor e palestrante. Pesquisador e um dos pioneiros da aplicação integrada de técnicas e conceitos de Pedagogia, Coaching, Mentoring e Ayurveda no desenvolvimento de pessoas. Atuou durante mais de 20 anos como professor e palestrante, tendo desenvolvido milhares de pessoas ao longo desse período. Cursou Engenharia Civil, Bacharelado em Estatística, Licenciatura de Matemática e Marketing com especializações nas áreas de Psicologia, Educação, Marketing e Astronomia, pelas instituições USP, FGV, FAAP, UNIP. Violonista clássico, geek e colecionador de livros e documentos raros.

Deixe um Comentário

converse agora