fbpx

Análise da Música Cut My Hair (com animação)

//Análise da Música Cut My Hair (com animação)

Estamos em constante transformação. Nossa forma de ser por fora e por dentro muda com o passar do tempo, especialmente por conta de pressões externas. A vida vai se desenrolando ao nosso redor e isso nos afeta de alguma forma. Nesse processo de evolução, é importante sabermos quem somos e o que queremos de nós. Isso aumenta nossa confiança, capacidade de nos relacionarmos e de conquistarmos nossos objetivo. A música Cut My Hair trata disso: crescimento. Veja essa linda animação sobre a música:

A vida nos move. Especialmente as dificuldades e os problemas nos forçam a nos transformarmos. Se estivermos atentos e seguros, conseguimos entrar nesse processo. Mesmo que a vida ‘corte nosso cabelo’, temos a condição de manter nossa essência com uma forma diferente de pensar.

Cut My Hair também traz um relato de autoconsciência e um pedido de paciência: a pessoa sabe que está doente mas pede para que o outro espere. (Are you tired of me yet? / I’m a little sick right now but I swear / When I’m ready I will fly us out of here  (Você já está cansado de mim? / Estou um pouco doente agora, mas eu juro / Quando eu estiver pronto, vamos sair daqui).

Ela sabe que precisa estar bem antes de seguir na direção de seus sonhos e objetivos. Ela quer companhia, mas precisa estar bem para poder seguir. Mais do que isso, deseja ser o agente dessa mudança em si mesma.

A pessoa sabe que as coisas não estão legais dentro dela e por isso não consegue ainda estar em relacionamentos profundos. Isso pode ser visto no início de Cut My Hair: Often I am upset / That I cannot fall in love (Muitas vezes eu estou chateado / Que eu não posso me apaixonar)

Isso mostra a sua vontade de ser uma pessoa melhor, mais capaz, mais conectada.

Na verdade, não existe importância na aparência, ou de forma mais abrangente o que acontece no mundo externo. O importante está na essência e naquilo que se tira do que acontece em sua vida.

Sobre essa animação de Cut My Hair

Em 0:45 tem início uma sequência de três frases (com efeito visual dobrado, como se fosse o mesmo discurso em duas perspectivas sobrepostas) que é interessante olharmos com cuidado: when i  looked into the mirror / i saw a different person / ugly i thought (quando eu olhei no espelho / eu vi uma pessoa diferente / feia eu pensei).

Depois que passamos por um processo de transformação e detemos nosso passo para nos olharmos, vemos uma nova pessoa. Em geral não vamos gostar do que veremos, pois estamos acostumados em nossa zona de conforto.  Mas temos que seguir em frente.

Repare que existe um interessante recurso de estilo do artista que fez a animação: todas as letras são minúsculas, isso mostra essa busca por autoestima e autoafirmação. A imagem de si mesmo, o discurso é minúsculo, ainda contraído, tímido. Mas com esperança.

Em seguida aparece a frase: same person. different mindset (mesma pessoa, diferente forma de pensar) com um céu estrelado, uma estrala mais brilhante e duas estrelas cadentes no centro. Elas evocam a ideia de consciência e sonhos.

A partir do momento em que uma pessoa usa o que acontece na vida para ser uma pessoa melhor é possível conquistar o que se deseja.

“Não importa o que a vida fez de você, mas o que você faz com o que a vida fez de você” – Jean Paul Sartre

Em seguida na animação de Cut My Hair surge a frase “i heard human flesh tastes good” (eu ouvi que carne humana tem gosto bom), que é justamente esse chamado da vida, das interações humanas, uma reflexão de uma pessoa que se vê fora das interações humanas mas que tem vontade de experimentar, sentir, viver.

Isso nos faz lembrar o esvaziamento e desejo de sentir visto na série The End of The F***ing World.

i heard

Note que nesse frame o personagem está sangrando com uma série de olhos atrás em uma parede. Isso mostra as dores, os sofrimentos juntos com o julgamento e a análise do mundo com relação ao que uma pessoa vai fazer.

A Caixa de Pandora

caixa-pandoraNo final, a animação apresenta a frase: sometimes the biggest mistake has the most beautiful outcome (algumas vezes o maior erro tem o mais lindo resultado).

E nesse ponto todo o pensamento de perdão, entendimento e evolução se revela.

Erros acontecem, aceitação de um mundo imperfeito e de sua própria imperfeição. Assim, por mais profunda que seja a tristeza ou decepção, sempre existe a esperança.

Isso faz referência com a Caixa de Pandora da mitologia grega, que continha todos os males do mundo. Quando foi aberta, todos eles saíram e se espalharam pelo mundo.

Tudo que existia dentro da caixa saiu menos uma coisa: a esperança.

Letra de Cut My Hair

Cut My Hair

Often I am upset
That I cannot fall in love
But I guess
This avoids the stress of falling out of it

Are you tired of me yet?
I’m a little sick right now but I swear
When I’m ready I will fly us out of here

Cut cut hair
Leave
Cut my hair
Cut cut hair
Strangely he feels at home in this
St-strangely he feels at home in this

Often I am upset
That I cannot fall in love
But I guess
This avoids the stress of falling out of it

Are you tired of me yet?
I’m a little sick right now but I swear
When I’m ready I will fly us out of here

Cut cut hair
Leave
Cut my hair
Cut cut my hair
Strangely he feels at home in this place
Strangely he feels at home in this place

Cortar Meu Cabelo

Muitas vezes eu estou chateado
Que eu não posso me apaixonar
Mas eu acho
Isso evita o estresse de cair nisso

Você já está cansado de mim?
Estou um pouco doente agora, mas eu juro
Quando eu estiver pronto, vamos sair daqui

Cortar, cortar o cabelo
Sair
Cortar meu cabelo
Cortar, cortar o cabelo
Curiosamente, ele se sente em casa nisso
Curiosamente, ele se sente em casa nisso

Muitas vezes eu estou chateado
Que eu não posso me apaixonar
Mas eu acho
Isso evita o estresse de cair nisso

Você já está cansado de mim?
Estou um pouco doente agora, mas eu juro
Quando eu estiver pronto, vamos sair daqui

Cortar, cortar o cabelo
Sair
Cortar meu cabelo
Cortar, cortar meu cabelo
Curiosamente ele se sente em casa neste lugar
Curiosamente ele se sente em casa neste lugar

 

Por |2018-06-06T11:19:03+00:0010 fevereiro 2018|Análise|

Sobre o Autor:

Presidente do Instituto Loureiro de Desenvolvimento Humano e da Novah Agência de Comunicação. Desenvolvedor humano, coach, mentor, professor, escritor, matemático, terapeuta corporal ayurvédico e tântrico, autor e palestrante. Pesquisador e um dos pioneiros da aplicação integrada de técnicas e conceitos de Pedagogia, Coaching, Mentoring e Ayurveda no desenvolvimento de pessoas. Atuou durante mais de 20 anos como professor e palestrante, tendo desenvolvido milhares de pessoas ao longo desse período. Cursou Engenharia Civil, Bacharelado em Estatística, Licenciatura de Matemática e Marketing com especializações nas áreas de Psicologia, Educação, Marketing e Astronomia, pelas instituições USP, FGV, FAAP, UNIP. Violonista clássico, geek e colecionador de livros e documentos raros.

Deixe um Comentário